ARTISTE PEINTRE














EXPOSIÇÃO SERRANO



SERRANO à Santo- Bernardino

Serrano expôs 28 obras ao espaço Santo Bernardino, até o 30 de Outubro de 2005.
SemiAbstractos, semifigurativos, todas as pinturas
retomam quase obsessionnellement a mesma arquitectura: a de um rosto
que emerge de uma explosão de cor. Como um retrato que duplica-se infinito, em lugar fechado A a
investigação da obra perfeita, ao Serrano espera paradoxalmente
"nunca atingir esta verdade!"
Não teria mais prazer.
Não há fim na arte, ao meu sentido.
Componho instintiva, só o momento presente conta.

Seguidamente, é ao espectador fazer-se o seu próprio julgamento.

No fim de uma experiência de 35 anos, Serrano estica para uma forma
de simplicidade "mim não põe empoa no entender."
O que conta sobretudo, não é a técnica empregada ou os floreios
estéticos, mas a emoção, o verdadeira.
Intenso e puro. A beleza, o mal, o bem não tem sentido na pintura .


Artigo Nice matin 2005




GRANDE PREÇO INTERNACIONAL de ARTES PLÁSTICAS de SANTO RAPHAEL 1982
PRIMEIRO PREÇO de PINTURA, MEDAILLE do CONSELHO GERAL
"a tela branca"
a tela conquista a sua independência o pincel intrégre então nela e
renait perpective: uma superfície lisa e branca o motivo reflecte-se e torna-se marca.
A inspiração pode étre apenas saída do espírito do artista:
SERRANO
O AMADOR de ARTE Setembro de 1982