ARTISTE PEINTRE







SERRANO




UMA OBRA: 2 TEMPOS

A sua técnica é caracterizada pela sua originalidade na composição e a harmonia.
SERRANO, pintor autodidacte demonstra uma investigação e uma
imaginação que, combinados juntas permitem conduzir à uma obra
decorativa e estruturada.

Inspira-se junto a elementos simples de partir dos quais elabora
uma obra notícia onde o motivo reflecte-se em perspectiva e torna-semarca.
Sob seus camaïeux, pontuados de cores honestas, traz à sua tela vida e relevo.


Dois períodos distinguem-se no seu trabalho.

As suas primeiras telas exprimem a originalidade expressive, e coroam
de sucessos este artista à propósitos que Visão das Artes:
"encontra na sua pintura uma personalidade no conceito assim como a elaboração".
O seu segundo período reconstitui a liberdade, a força e o movimento.
As suas telas ao óleo agora são trabalhadas à faca.
Exprimem a maturidade da sua pintura.








O artista pintor SERRANO retoma as palavras de Armand DROUAND:

o elemento essencial em pintura é sincérité, o pintor não é nunca demasiado sincero.
Um pintor deve guardar a sua espontaneidade e evitar ser o reflexo de um outro artista pintor.

COROT dizia a este respeito:

Vale melhor não ser nada que de ser o eco de um outro artista pintor.

Deve destacar-se completamente que connait do Maitres antigos e contemporâneos.

Da mesma maneira que DROUANT, o pintor SERRANO não crê ao ensino no
domínio das artes, não há uma técnica da pintura, mas de
múltiplas técnicas extremamente variadas.

Cada artista pintor deve criar-se o seu modo de expressão.
A técnica deve corresponder à temperamento do pintor.
A interpretação deve permanecer no domínio do inconsciente e o
resultado o eco do estado de alma cada um!

Gabrielle NAUJAS